top of page

Ibama e Marinha investigam mancha de óleo em alto mar

Substância está em águas internacionais, na altura do litoral do Pará


O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Marinha do Brasil estão investigando uma possível mancha de óleo em alto mar, próxima ao litoral do Amapá e do Pará.


A mancha, consequente de um provável vazamento, estava uma faixa de mais de 170 km de extensão em águas internacionais, fora da Zona Econômica Exclusiva, a mais de 438 quilômetros da costa do Amapá.


As imagens foram registradas por satélite em setembro do ano passado, e divulgadas neste mês pelo Instituto Arayara.


Segundo análise preliminar, o possível vazamento pode ter sido provocado por uma embarcação do Panamá, como detalhou George Mendes, engenheiro ambiental do Instituto Arayara.

A Marinha informou que apenas na última segunda-feira (5) tomou conhecimento do suposto vazamento de óleo por meio de um ofício do Ibama. E informou que após a análise, vai tomar as ações cabíveis.


O Ibama ressaltou que não existe registro de que a mancha tenha chegado à costa brasileira.


Por Gabriel Corrêa, da Agência Brasil

bottom of page