top of page

Belezas e dramas pantaneiros chegam ao Congresso Nacional

Ação de parlamentares e ongs denuncia com fotos as incertezas que pairam sobre o futuro da maior planície alagável do planeta


Um gavião-caboclo (Heterospizias meridionalis) decola enquanto chamas avançam sobre o Pantanal, em 2018. Foto: João Marcos Rosa



A mostra fotográfica “Pantanal: Herança e Legado” será lançada na próxima terça (28) para provocar reflexões e ações que protejam o presente e o futuro do bioma. O dia seguinte ao da inauguração é dedicado no Brasil ao maior felino das Américas, a onça-pintada. 


As imagens agregam de belezas e culturas únicas do Pantanal, incluindo rica diversidade humana e de vida selvagem, aos cenários de destruição provocados por incêndios, intensificação da agropecuária, mineração e hidrelétricas.


Os registros são de Larissa Pantanal, Edson Vandeira, Ernane Lacerda, Gustavo Figueirôa, Heideger Nascimento, Henrique Olsen, João Marcos Rosa, Lalo de Almeida, Luciano Candisani, Maurício Copetti, Thamys Trindade e Ueslei Marcelino.  


As fotografias poderão ser visitadas até 14 de dezembro, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). A exibição é uma iniciativa da Frente Parlamentar Ambientalista e das ongs Instituto SOS Pantanal e Environmental Justice Foundation (EJF).


Ano que vem, a mostra deve passar ao menos pelas capitais Cuiabá e Campo Grande, respectivamente do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul, estados que abarcam a porção brasileira do Pantanal sul-americano. Confira aqui mais informações.


ALDEM BOURSCHEIT ·

23 de novembro de 2023

コメント


bottom of page