Frente Parlamentar Ambientalista
Frente Parlamentar Ambientalista > Observatório de Leis > > SOS Mata Atlântica e governo de Minas Gerais assinam protocolo para conservação e restauração ecológica da Mata Atlântica no estado

(Brasília, 10 de junho de 2021) – A Fundação SOS Mata Atlântica e o governo de Minas Gerais assinaram na última quarta-feira (9) um protocolo para conservação e restauração ecológica de áreas do Bioma Mata Atlântica em Minas Gerais.

O acordo foi feito durante o encontro entre o governador Romeu Zema (Novo) e o embaixador do Reino Unido no Brasil, Peter Wilson, para incluir Minas gerais na campanha Race do Zero (Corrida Para o Zero). A intenção é zerar as emissões líquidas de gases de efeito estufa até 2050.  

Representando a Fundação SOS Mata Atlântica no evento, o advocacy Mário Mantovani reforçou a importância desse acordo para o bioma Mata Atlântica.

“Criar planos municipais relacionados à defesa da Mata Atlântica é uma forma de reverter a degradação da Mata Atlântica nos estados. A adesão de Minas Gerais à campanha Race To Zero é um marco extremamente necessário não só do ponto de vista ambiental, mas também econômico e social”, afirmou Mantovani.

“Quando levamos a participação da Mata Atlântica para um acordo tão importante como esse, conseguimos unir esses três pontos [ambiental, social e econômico], reacendendo o espírito do que diz o Acordo de Paris e mostrando, principalmente, que é possível haver essa convivência”, completou.

RACE TO ZERO

Com a adesão ao acordo Race To Zero, Minas se torna o primeiro estado da América Latina a aderir à campanha. Agora, MG se juntará a outros lugares do mundo que já integram o movimento, como Califórnia, Nova York, Havaí, Washington, Catalunha, Madrid, Navarra, além de estados da Suécia, Austrália, Reino Unido, Canadá, Alemanha e Bélgica.

“Será criado também o Fórum Mineiro de Energia e Mudanças Climáticas, que vai determinar medidas específicas para alcançar o Race To Zero até 2050. Também estão sendo elaborados projetos para análise na Assembleia criando a Lei de Enfrentamento às Mudanças Climáticas”, afirmou o governador de Minas.

Assessoria de Comunicação da Frente Parlamentar Ambientalista do Congresso Nacional