top of page

PL do Agrotóxico deve avançar no Senado com apoio de governistas


O projeto de lei que permite a entrada de mais agrotóxicos no País deve avançar neste mês no Senado. O acordo é que o texto, já aprovado pela Câmara, seja encaminhado à Comissão de Meio Ambiente (CMA) antes de seguir ao plenário da Casa. Principal articuladora da matéria, a senadora Tereza Cristina (PP-MS) disse a representantes do agronegócio que se surpreendeu ao receber sinalizações favoráveis até mesmo de governistas nos últimos dias. Um deles foi o senador Marcelo Castro (MDB-PI), aliado do Planalto. Na CMA, o relator do texto deve ser outro governista, o líder do PSD, Otto Alencar (BA). Otto deve se reunir com Tereza nesta quarta-feira (10) para discutir o assunto.


RESPALDO. “Esse tema precisa ter um debate mais profundo, mas isso não significa que o governo seja contra, porque o governo não quer prejudicar a produção de alimentos no Brasil. Não é uma posição radical”, disse Otto Alencar à Coluna. “O Brasil tem uma responsabilidade muito grande com o agronegócio”, acrescentou.


A VER. O PT deve debater seu posicionamento sobre o tema em reunião da bancada nesta segunda-feira. O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, também pediu empenho ao líder do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA).


AFAGO. Parte dos governistas considera necessário fazer um aceno aos ruralistas para reforçar a base aliada, ainda que o projeto enfrente resistência no eleitorado de Lula e em parte da gestão atual. O objetivo nas próximas semanas será buscar um texto de consenso.

コメント


bottom of page